Relato do meu Parto Normal + Depoimento do Pai

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Olá Pessoal, tudo bem por aí?

Até que enfim consegui um tempo para escrever o Relato do meu Parto Normal. 

Para constar…EU SEMPRE QUIS PARTO NORMAL embora muitos acharam que eu não conseguiria.

A previsão para o Thales nascer era dia 19/07 (40 semanas). Pois bem, o grande dia chegou e adivinha o que aconteceu?? NADA! NENHUM SINAL! Já fiquei levemente preocupada. Fui no consultório do meu médico (Dr. Hilário para quem é de Indaiatuba) e resolvemos esperar até dia 24 e caso não tivesse nenhum sinal, faríamos cesária.

OBS: Por mais que a cesária era uma possibilidade, eu não estava confortável com essa ideia e esperaria até o último momento. Além disso, eu sabia dentro de mim que o meu parto seria normal hehehe Deus é Fiel!

Foi uma semana bem difícil, todo mundo perguntava todo dia, toda hora se eu estava sentindo alguma coisa, quando o Thales nasceria e minha resposta era sempre NÃO. Por mais que essas pessoas estivessem ansiosas e querendo ajudar, confesso que me pressionava ainda mais (sendo que eu já tinha minha própria pressão para lidar). Alguns falavam pra marcar a cesária, afinal o prazo já tinha passado. Enfim, confiei no Deus que eu sirvo e não me abalei.

Dia 21 caiu uma parte do tampão mucoso (indica que o parto está perto, mas não garante nada, então não criei expectativas).

Dia 24, as 6h30 da manhã acordei com contrações (leves e totalmente suportáveis) e não contei para ninguém, somente o Danilo. Lembra que esse era o prazo que o meu médico tinha me dado? Deus não Falha meu bem!

OBS 2: Eu estava muito tranquila, de verdade. Sabia que poderia ser naquele dia ou no próximo então não me desesperei. O Danilo ficava tenso cada vez que eu sentia contração  hahaha

Quando foi 16h30 (8 horas depois) as contrações aumentaram então fomos no consultório do meu médico. Eu achava que demoraria mais um monte de horas (sabe de nada inocente), foi quando ele me disse “SEU FILHO VAI NASCER HOJE DE PARTO NORMAL”

Eu já estava com 5 dedos de dilatação e o ideal são 10. Entrei em choque por alguns minutos tentando digerir essa informação, afinal ninguém acreditava que meu filho nasceria de parto normal, nem meu médico rsrs. Liguei para meus pais e fui para o hospital, super calma e um pouco brava porque meu médico não tinha deixado eu me maquiar kkkkk (queria ao menos ter passado um delineado e um rímel né gente).

Entrei na sala de parto direto, ele estourou minha bolsa, colocaram a ocitocina (para acelerar o trabalho de parto) e AGORA SIM AS CONTRAÇÕES COMEÇARAM PRA VALER. Uma hora depois já estava com 8 dedos de dilatação e sentindo dores absurdas…Não dá pra explicar essa dor, é SURREAL. Andei, sentei, fiquei no chuveiro com água quente escorrendo nas costas, fiz o que me deixava mais confortável possível naquele momento. Resolvi deitar (era a posição que menos sentia dor e em uma das vezes que fiz força quase quebrei a mão do Danilo rs).

Duas horas depois, 10 dedos de dilatação. Thales já estava em posição de nascimento e eu exausta, sem força, super cansada e sentindo MUITA DOR. Foi quando pedi a anestesia. Fiz força mais uma única vez e ele nasceu.

Ele não chorou! Em compensação o Danilo estava em prantos haha. Eu só chorei quando olhei pra ele. Tão pequeno, frágil, lindo e cabeludo #muitoamor

No total foram 15h em trabalho de parto, sendo as últimas 3h mais tensas da minha vida.

Thales nasceu dia 24/07, às 21h11 com 2700 Kg medindo 47 cm.

Faria tudo de novo, sem pensar duas vezes. É uma experiência incrível e única.

O que eu aprendi com tudo isso é que muita gente vai duvidar da nossa capacidade e nos fazer desacreditar em várias coisas, mas quando Deus está no Controle Tudo é Perfeito! 

DEPOIMENTO DO PAI

“A gravidez foi um turbilhão de ansiedades. Mas, tinha uma que era uma verdadeira incógnita: o parto. O desejo da Camila de ter parto normal me apavorava. Isso porque eu não posso ver ou ouvir falar de sangue que minha pressão cai mais que a temperatura no Alasca. Pensava: ‘Para quê complicar gente? É só agendar a cesária e boa!’. Coitado de mim, mal sabia de tudo que estava envolvido nessa decisão.

Nosso médico obstetra era muito famoso na cidade por ‘incentivar’ a cesária. Nem preciso dizer que q Camila ficava insegura. A questão é que com todos os meus bloqueios e ansiedades, não consegui me preparar psicologicamente para o parto… e sabe o que percebi? Não tem como! A realidade é outra!

Chegamos na semana 40 e nada do Thales. Foi um momento delicado, pois a Camila ficou bem sensível emocionalmente por pensar que não seria como havia planejado. Se fosse pelos outros e pelo médico, tínhamos optado pela cesária. Mas, resolvemos esperar. Claro, tinha comentários de ‘será que você consegue?’ ou ‘vai encarar?’. Só quem está gravido sabe o quanto dói esses comentários. 

De repente, a Camila começa a sentir dores. As horas foram passando, e as contrações aumentando. O incrível é que um sentimento de calmaria inexplicável habitou sobre a Camila. Eu já estava em nervos né? hehe

Quando o médico falou: ‘VAI NASCER, VAI AGORA para o hospital’ Boom! Uma bomba atômica caiu nas minhas costas, coração foi a mil e começou a maratona : ) No caminho, meu corpo já estava em ‘modo de luta’, como diz a ciência. Total alerta. A Camila? De boa! Deu um trabalhão para levar ela sabe porque? Queria parar em casa para fazer maquiagem! Kkk quase fiquei louco, mas convenci ela.

Chegando no hospital, demos entrada na papelada (optamos por fazer particular). Novamente a Camila de boa, dando risada até! Os minutos foram passando, nos dirigimos para o quarto e a maratona apertou.

Nitidamente, percebi que ali seria o momento mais difícil da minha vida. Assim que o médico estourou a bolsa e começou a liberar o soro para aumentar dilatação, o bicho pegou! A Camila começou a sentir dores intensas, uma atrás da outra sem folga praticamente. Por mais que as enfermeiras e o médico estavam nos dando apoio moral, não deixa de ser desafiador, pois com o passar dos minutos a mamãe começa a ficar exausta! Cada contração parece durar horas e não segundos. Eu fiquei muito desesperado internamente sabe? É horrível o sentimento do pai de incapacidade: não podia fazer nada além do apoio moral. 

As horas passavam, gritos intensos e a Camila quebrando todos os limites! Foi lindo ver como minha mulher é forte! Guerreira! Fiquei extremamente orgulhoso e emocionado a todo segundo.

Só de ver o esforço que uma mãe faz por 09 meses e no parto, percebi que elas são merecedoras de TODA COMPREENSÃO, amor, carinho e atenção. 

Finalmente, quando seu filho sai de dentro da mãe, e você olha ele de perto… É MÁGICO!! Emocionante!! 

O impressionante é que horas depois do parto normal, a Camila parecia estar novinha em folha, recuperada, quase dançando… achei lindo isso!

Não tem palavras que descreva! Eu amadurei anos e anos em um dia. Ela também. Nosso filho lindo veio abençoado por Deus e só de contar esse relato me arrepio inteiro.
Ah! E sabe o medo de desmaiar e passar mal? Nada!!! Aguentei até o fim rapá!! Vi tudo o que você possa imaginar. Mágico ihuuuu!”

 

 


0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Comentários

Comentários

Sobre o Autor

Camila Magalhães
Camila Magalhães

Moro em Indaiatuba / SP, tenho 23 anos. Formada em Comércio Exterior pela Fatec. Blogueira e Youtuber por amor e escolha. Meu maior sonho é me casar e viajar o mundo.

Deixe seu comentário.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×
PRODUTOS COM DESCONTO!
Toda semana eu separo produtos de beleza com descontos incríveis! Cadastre-se abaixo para receber :)